Notícias

Uma doença que cresce em Portugal

 

No próximo dia 10 de Março celebra-se o Dia Mundial do Rim que este ano é focado no tema a “Doença Renal e Crianças – Agir cedo para preveni-la”. Seguindo este mote a Diaverum, um dos principais prestadores de saúde renal em Portugal e no mundo, realiza uma campanha que visa divulgar informação útil sobre a Doença Renal Crónica (DRC), em várias escolas de país.

Numa ação de proximidade entre os 25 Centros de Diálise que a Diaverum tem no país e as suas escolas e comunidades circundantes, irão decorrer sessões de educação sobre a DRC e a sua prevenção, levadas a cabo por médicos nefrologistas e nutricionistas, em escolas do ensino básico e secundário.

Para o Dia Mundial do Rim o objetivo é realizar o maior número possível de sessões, em  diferentes escolas do país, e assim contribuir ainda mais ativamente para a disseminação de informação sobre a Doença Renal e sobre como preveni-la, desde cedo, nomeadamente através da promoção de hábitos de vida e de alimentação saudáveis. No âmbito desta iniciativa a Diaverum contribui também para abrir os seus centros renais – e as equipas médicas que neles trabalham – à comunidade que os envolve, para que esta possa tirar maior partido do conhecimento sobre esta doença e sua prevenção.

“Agir, desde cedo, ensinando as crianças em idade escolar, sobre o que são os rins, como funcionam, o que é a doença renal e como preveni-la, permitirá lançar sementes importantes para que no futuro se reduza a incidência desta doença em Portugal”, afirma André Freitas, Diretor de Marketing da Diaverum. “É essa a grande ambição que move esta iniciativa!”. 

A elevada incidência da doença renal crónica terminal em Portugal - a mais elevada da Europa, com 231 novos casos por milhão/ano, de acordo com dados de 2014 do Registo da Sociedade Portuguesa de Nefrologia, representa um problema grave ao qual a Diaverum, como prestador convencionado do Ministério da Saúde, dá uma grande atenção.

A instituição World Kidney Day reforça que “a doença renal afeta milhões de pessoas em todo o mundo, incluindo crianças que se encontram em risco ainda muito jovens. É por isso crucial que se encoraje e facilite a educação, a deteção precoce da doença e a promoção de um estilo de vida saudável de forma a evitar o aumento de novos casos de DRC e para cuidar das crianças que nascem com desordens de funcionamento dos seus rins”.

Em Portugal, as estatísticas apontam para que cerca de 800 mil pessoas sofram de Doença Renal Crónica, estando em tratamento 18 mil doentes (dois terços em diálise e um terço transplantados), sendo a prevenção primária fundamental para diminuir o número de pessoas que sofrem desta doença.

 

A prevenção como uma das principais orientações da Diaverum

A excelência médica e a prevenção estão no coração da Diaverum desde a primeira hora. Ao colocar o doente no centro de todas as suas ações, o qual é alvo de cuidados integrados multidisciplinares, a Diaverum atingiu uma performance clínica ótima que lhe valeu vários prémios a nível mundial, tendo o último sito atribuído em 2015. Por outro lado o tema da Prevenção Primária da Doença Renal, como forma de reduzir os preocupantes números de incidência desta doença em Portugal, tem merecido grande atenção. No âmbito da responsabilidade social dos prestadores de cuidados de saúde nesta área, a Diaverum considera ter um papel importante na prevenção da doença, contribuindo assim para a sustentabilidade dos sistemas de saúde.

O tema do Dia Mundial do Rim vem por isso totalmente ao encontro dos desígnios da Diaverum que em Portugal tem levado a cabo uma campanha denominada “Aprender a proteger os Rins e a prevenir a Doença Renal!” e que deu origem a várias atividades no âmbito da prevenção primária, ora de uma forma independente mediante a realização de rastreios, ora em parceria com municípios e associações de doentes, nomeadamente com a Associação dos Doentes Renais do Norte de Portugal (ADRNP). Em particular no último ano, esta colaboração tem-se materializado em várias ações de educação em escolas de vários municípios como Penafiel, Braga, Valongo e Porto com uma participação que variou entre os 100 e os 200 alunos por sessão de esclarecimento.

O contacto próximo entre alunos interessados e profissionais de saúde especializados tem contribuído para um alerta sobre a aquisição de hábitos de vida que permitem evitar a doença renal, nomeadamente através da prevenção das duas principais patologias que concorrem para a sua origem: a hipertensão e a diabetes. Uma experiência salutar que a Diaverum irá replicar um pouco por todo o país no Dia Mundial do Rim.

 

Publicado: portaldadialise | 2016-02-17 21:37 Última atualização: 2016-11-17 22:38:58 Fonte: Tags : Dia Mundial do Rim, Diaverum
Partilhar:
Portal da Diálise

"Privilegia informação clara sobre a doença renal, assentando numa base de conhecimentos científicos actualizados"

Artigos Relacionados
Comentários