Notícias

A investigação foi realizada com base na avaliação de dados de 2 482,737 veteranos militares norte-americanos que foram acompanhados por um período de 8,52 anos.

Os resultados mostraram que à medida que a exposição à poluição atmosférica em partículas aumenta, também se eleva o risco de uma menor função renal, doença renal e insuficiência renal.

 

A relação mais forte entre poluição do ar e danos nos rins foi registada no sul da Califórnia e em grandes extensões do centro-oeste, do nordeste e do sul dos Estados Unidos.

 

Nos Estados Unidos, 44 793 novos casos de doença renal crónica e 2 438 novos casos de insuficiência renal estão associados à poluição de partículas, que excede o limite recomendado pela Agência de Proteção Ambiental (EPA), sugerem os resultados do estudo.

 

A pesquisa alerta ainda que mesmo os níveis abaixo do limite estabelecido pela EPA foram prejudiciais para os rins e adverte que não há um nível seguro de poluição do ar.

 

Publicado: portaldadialise | 2017-10-27 12:00 Última atualização: 2017-11-16 12:54:56 Fonte: ÍNDICE Tags : Lúpus Eritematoso Sistémico
Partilhar:
Portal da Diálise

"Privilegia informação clara sobre a doença renal, assentando numa base de conhecimentos científicos actualizados"

Comentários