Alimentação & Receitas

Quando se consome uma bebida alcoólica, o álcool que esta contém passa em pouco tempo para o sangue: 5 a 15 minutos se ingerido fora da refeição; 30 a 60 minutos se a passagem é retardada pela presença de alimentos, isto é durante a refeição. Através da boca e do esófago, o álcool chega ao estômago e intestino onde é absorvido, absorção essa que é tanto mais rápida quanto mais concentrada é a bebida em tremos de conteúdo alcoólico. É transportado pelo sangue até ao fígado, onde inicia a sua lenta degradação. É sangue com álcool que prossegue na circulação atingindo o coração, os pulmões, cérebro, rins, membros superiores e inferiores, bem como todas as restantes partes do corpo.Embora dependendo da idade, sexo, e muitas outras coisas o consumo de álcool tem de ser acompanhado de muita prudência e de algumas regras. Medicos de Portugal

Já sabe que para o doente em hemodiálise recomenda-se 500ml de líquidos mais o volume de urina das 24h. Para além, da quantidade de líquidos deve ter atenção à quantidade de potássio das diversas bebidas. O excesso de líquidos no organismo pode provocar hipertensão, problemas cardíacos e dificuldade respiratória.

No que diz respeito às bebidas alcoólicas, os licores e aguardantes não possuem potássio. Em contrapartida, são bebidas muito calóricas. O espumante e a cerveja tem um nível médio enquanto os vinhos, de forma geral, são mais ricos em potássio.

O que se recomenda para os doentes com insuficiência renal crónica nesta época do ano, é o que se aconselha durante o restante tempo e as principais preocupações devem ser em relação à quantidade de proteínas, potássio, fósforo, sódio, água que devem ingerir.

 

Ordem crescente de potássio

 

Espumante
Cerveja
Cerveja preta
Sidra
Vinho branco
Vinho Rosé
Vinho tinto
Vinho da Madeira
Vinho do Porto
 

 

 

É importante esclarecer com o seu médico se é permitida a ingesta de álcool. No caso de ser aprovada, beba com moderação e lembre-se que um copo de vinho branco (200mL) ou um copo de vinho tinto (150mL) poderá ser ingerido em substituição de uma porção de fruta (das aconselhadas), de modo a controlar a ingestão de potássio e a evitar a hipercaliémia (nível de potássio elevado no sangue). Equipa de Nutrição da Diaverum Portugal

Publicado: portaldadialise | 2016-12-28 15:00 Última atualização: 2016-12-28 15:59:46 Fonte: Tags : Alimentação, Calor, Férias, Hemodiálise, Insuficiência Renal, Natal, Prevenção
Partilhar:
Portal da Diálise

"Privilegia informação clara sobre a doença renal, assentando numa base de conhecimentos científicos actualizados"

Artigos Relacionados
Comentários